Mamografia disponível no HGPV.

fevereiro 10, 2017

mamografia-foto

O Hospital Geral Prado Valadares disponibiliza 24 Mamografias por dia para Jequié e toda a região. De acordo com o diretor do hospital Bráulio Neto, este exame é de fundamental importância, uma vez que visa a realização de diagnostico precoce em fase inicial do câncer mais frequente em mulheres que é o de mama, permitindo tratamentos cada vez mais conservadores e eficientes, o que aumenta a sobre vida das pacientes, além disso, realizamos também ultrassom de mama.

Entre os 35 e 40 anos a mulher deverá fazer a primeira mamografia, que servirá de base para avaliar as condições da mama e possibilitar exames comparativos futuros. Dos 40 aos 50 anos, a frequência da mamografia deverá ser determinada pelo medico, de acordo com a inclusão doa paciente no grupo de risco e/ou com as características da mama. Após os 50 anos, todas as mulheres devem se submeter ao exame de mamografia anualmente.

A paciente que já tem a requisição para tal exame, deve procurar a secretaria de saúde de Jequié, ou um unidade de saúde mais próxima de sua residência para o agendamento da mamografia.

Marcelo Crivella “agradece a Deus” ao tomar posse no Rio de Janeiro…

janeiro 4, 2017

O novo prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), tomou posse na tarde deste domingo (1º), em solenidade na Câmara Municipal. Crivella chegou ao local acompanhado do vice, Fernando Mac Dowell (PR), e de secretários do novo governo.

Crivella, que é bispo licenciado da Igreja Universal, iniciou o discurso agradecendo a Deus: “Agradeço a Deus por esse momento. Nenhum de nós o recebe como mérito pessoal, mas como graça. Agradeço muito pela bondade infinita e pelo amor inexplicável que Deus tem por cada um de nós”.

Minutos depois, ele agradeceu aos “90% dos evangélicos do Rio de Janeiro” que votaram nele no segundo turno, algo que “nunca tinha acontecido”.

“Tenho que agradecer ao povo da Igreja Universal, ao povo da Igreja Batista, que votaram em nós”, disse, listando em seguida uma série de denominações evangélicas.

Disse ainda que, pela primeira vez, durante a última campanha eleitoral, conseguiu “se aproximar da Igreja Católica”, e mencionou o arcebispo do Rio, dom Orani Tempesta.

Segundo Crivella, dom Orani disse a ele que “qualquer acusação de jornal ou de notícias” não eram mais importantes do que a fé nos valores cristãos, como a defesa da família.

“Não diria nem nas minhas previsões mais otimistas que isso um dia aconteceria”, comentou. “Dessa vez a maioria votou conosco e isso me traz uma responsabilidade enorme para esse mandato.”

Crise e propostas
Em vários momentos do discurso, Crivella lembrou a crise econômica que atinge o Rio de Janeiro e o país. Segundo ele, “é hora de cautela”. Tanto que uma das medidas iniciais do novo governo será cortar gastos e rever contratos, como determinado numa edição extra do Diário Oficial do Município neste domingo, com 78 decretos do novo prefeito.

“A ordem é a seguinte: é proibido gastar. É tempo de crise. Faltaria ao governo a verdadeira autoridade e legítimo poder de persuasão se não impusesse a si mesmo o comportamento que espera dos demais. Nesse sentido, reduzimos para 12 o número de secretarias. E pela metade o número de cargos em comissão.”

Além disso, a administração municipal também deverá estudar e implementar uma reforma tributária para “tornar o regime mais justo”, nas palavras de Crivella, “buscando maior correspondência entre os níveis de contribuição e da capacidade contributiva”.

Serão formadas comissões para avaliar a eficiência e as circunstâncias legais de todas as isenções fiscais e os resultados obtidos a partir da aplicação delas.

Na área da educação, uma das primeiras ações será a convocação dos aprovados no último concurso para agente especial de educação infantil “à medida dos recursos disponíveis e que serão priorizados até que todos estejam empregados”, explicou o prefeito.

Crivella também disse que, em relação ao tema da segurança pública, buscará uma articulação junto aos governos federal e estadual para ampliar a atuação da Guarda Municipal.

“Todos sabemos que [segurança pública] é dever do Estado, não do município. Mas jamais ficaremos ausentes. Trata-se de um tema controverso e complexo, que exige amplo debate para tratar de suas diferentes causas no campo político, econômico e até psicológico”, disse.

“Queremos empregar a guarda com ênfase na segurança das pessoas e defesa da escola.”

Além disso, o prefeito afirmou que gostaria de ter seu filho como secretário, mas que compromissos no exterior impediram que isso ocorresse.

“Gostaria que hoje estivesse tomando posse nessa equipe o meu próprio filho, que esteve comigo nos tantos anos que passei na África, no sertão, e me acompanhou nas campanhas políticos, sobretudo nesta última. Compromissos de trabalho no exterior o impediram. Mas espero contar com seu apoio para breve”, declarou.

Em tom de recado aos vereadores, o novo prefeito também disse que não vai hesitar em expor para a “opinião pública” eventuais dificuldades criadas no Legislativo por conta de diferenças políticas.

Conteúdo UOL

São Paulo – João Doria se veste de gari e promete limpar a cidade pessoalmente toda semana…

janeiro 4, 2017

Em sua primeira agenda pública, o prefeito eleito João Doria (PSDB), vestido de gari, se comprometeu a fazer, pessoalmente, varrição das ruas da cidade de São Paulo uma vez por semana até o fim de sua gestão.   “Toda semana, em todos os eixos, o Prefeito estará lá, vestido de gari, ajudando a limpar a cidade para demonstrar que é trabalhando que nós vamos limpar a cidade. Em quatro anos, todas as semanas”, disse o tucano. – Estadão, assinada por Kuiz Ferando Toledo – Foto Felipe Rau

O gesto de Doria simboliza o início do programa Cidade Linda, de ações de zeladoria e limpeza urbana na capital ao lado de seu secretariado também vestido como gari. O projeto tem como foco a limpeza de praças, jardins, parques, avenidas e demais espaços públicos, especialmente os que tiverem sido alvo de vândalos ou de pichadores.
O prefeito chegou antes do horário marcado, por volta das 5h50, e praticamente não conseguiu fazer o trabalho de limpeza por causa do assédio da imprensa e da população, que apareceu para apresentar demandas da cidade. “É bom vocês acordarem muito cedo”, disse à imprensa. O secretariado recém empossado de Doria também se vestiu como o chefe e participou do evento.

Apesar do uniforme, o prefeito não abriu mão de seus itens de luxo. Ao invés das botas utilizadas pelos garis, preferiu usar um sapatênis da Osklen, que custa cerca de R$ 450 no site da fabricante. No pescoço usava uma corrente que parecia ser de ouro.

A varrição prometida ficou só no simbolismo: cercado pela imprensa e por cidadãos, o prefeito só conseguiu colher algumas folhas e colocá-las no cesto de lixo em uma ação que durou menos de 10 segundos. Antes de pegar no cabo, ganhou um par de luvas de uma gari que o abraçou. “Posso usar?”, perguntou. “Não, é só para tirar foto e depois você me devolve”, retrucou ela.

Após cerca de uma hora sem conseguir varrer, Doria parou para tomar café em um bar da região. A ação causou tumulto: fotógrafos e cinegrafistas começaram a subir nas mesas do estabelecimento e até no balcão para registrar o momento. O secretário de comunicação Fábio Santos pediu que descessem. “É sacanagem com o bar”, mas não foi obedecido.

Entre os garis a ação foi vista sob diferentes ângulos, da ridicularização ao elogio. “Ele vai virar meme (imagem que viraliza nas redes sociais com algum tipo de piada) até dizer chega”, disse um deles em meio à multidão. Outros viram o prefeito com bons olhos. “É bom que ele vai conhecer a cidade. Falta organização no centro. Junta muito carroceiro e morador de rua e eles fazem uma bagunça, uma sujeira. Se mexer com eles, partem para cima. Já presenciei muita briga, principalmente na Cracolândia”, diz o motorista dos garis Cleber Pedro da Silva, de 38 anos, há oito meses no cargo.

Quadra. Alguns moradores de rua ficaram revoltados por terem sido retirados do local. Eles foram convidados a ficar em uma quadra para que a ação fosse realizada. “Tenho duas carroças, a barraca e um cachorro. Não cabe nada na quadra, fora que tira o lazer das crianças”, reclamou Débora Moreira Silva, de 37 anos. Ela disse que a população local foi avisada da ação com dez dias de antecedência.

Outros moradores de rua que já estavam na quadra disseram ter recebido promessas de receber uma bolsa-aluguel para que saiam da rua. “Pegaram o nome de todos que moram aqui”, disse Pâmela de Oliveira, de 37 anos, que está na praça há quatro meses. “Nós também ajudamos a limpar. Eu mesmo tirei duas carroças de lixo daqui”, disse um morador de rua que pediu para não ser identificado.

Ação. Doria também se comprometeu a ser catador de recicláveis por um dia durante o evento, ao ser abordado por representantes do movimento social Pimp my Carroça.

Viva a impunidade – Senador condenado à prisão está solto e impune…

janeiro 4, 2017

O ex-governador de Rondônia Ivo Cassol (PP) já garantiu seu lugar no “panteão da impunidade”. Impressiona sua capacidade de beneficiar-se de manobras protelatórias na Justiça: condenado somente em 2013 por crimes de fraude em licitação entre 1998 e 2001, ele pegou 4 anos e 8 meses de prisão e a multa de R$ 201 mil, e já deveria ter perdido seu mandato, mas continua solto e exercendo suas atividades de senador. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

A sentença de prisão de Ivo Cassol foi fixada pela relatora do caso no STF, Cármen Lúcia, mas Dias Toffoli propôs a redução para 4 anos.

Petrobrás perde R$ 10 bilhões: Quem vai preso?…

janeiro 4, 2017

A Petrobras vendeu o Complexo Petroquímico de Suape, em Pernambuco, à mexicana Alpexo por apenas US$385 milhões (R$1,3 bilhão), depois de torrar R$11,5 bilhões tentando viabilizá-lo. Muito criticado pelos técnicos da área de petroquímica, o projeto foi imposto em 2006 à estatal pelo seu conselho de administração, cuja presidente era Dilma Rousseff, por ordem de Lula. O Complexo foi Inventado pelo ex-diretor Paulo Roberto Costa e construído, claro, pela Odebrecht.  A informação está publicada no Diário do Poder.

Tribunal de Contas da União e Ministério Público Federal não indicam se agirão para Lula et caterva pagarem pelos prejuízos à Petrobras.

Marchezan escolheu um “ás” para a articulação política…

janeiro 4, 2017

A postura e a liderança de Kevin Krieger foram fundamentais para a primeira grande vitória de Nelson Marchezan na Câmara de Vereadores de Porto Alegre.  Para quem apostava no “caos”,  o resultado na votação do projeto de reestruturação da máquina administrativa municipal mostra que Marchezan escalou muito bem seu Secretário Articulação Política  e que já garantiu uma sólida e confortável maioria na Câmara.

Família “abandona” Eduardo Cunha..

janeiro 4, 2017

Veja.com informa que os filhos de Eduardo Cunha não parecem se preocupar com situação do pai, preso em Curitiba. Quem assina a matéria é Pedro Carvalho.

A família Cruz-Cunha parece tocar normalmente a vida mesmo com a Lava-Jato à porta. Com o patriarca preso desde outubro e a matriarca na mira de Sergio Moro, os filhos continuam a ostentar uma vida de luxo nas redes sociais.

Bárbara é a única filha de ambos. Mas nas redes parece uma celebridade com seus mais de 20 mil seguidores. Nas festas de fim de ano, compartilhou momentos em praias belíssimas. Ao longo de 2016, festas e restaurantes com o namorado. A mãe coruja vira e mexe comenta as publicações da filha com corações e aplausos.

Roberto Justos quer ser Presidente do Brasil: Imita Donald Trump

dezembro 1, 2016

O empresário Roberto Justus admitiu, nesta segunda-feira, que pensa em se candidatar à presidência da República. “Eu nunca pensei nessa coisa da política na minha vida. Nunca combinava muito com o um estilo, eu sou uma pessoa um pouco diferente desse mundo político. (sic) Mas, ajudar o país, ajudar a tua nação, se isso for a uma possibilidade, eu posso até pensar no assunto”, afirmou. Quem informa é a jornalista Naira Trindade na Coluna do Estadão.

Justus não é filiado a nenhum partido político, mas diz que várias legendas estão flertando com ele. Em conversa com a Coluna do Estadão, afirmou que prefere manter os nomes em sigilo. “Eu já tive convite para participar de partidos desde as eleições lá de trás.Vários partidos”, diz.

O publicitário diz ter mudado de opinião em relação a política brasileira e agora quer se aproximar dela. Ele não sabe se já disputaria o pleito de 2018 ou uma eleição futura, mas quer participar mais e poder contribuir com o desenvolvimento do País. “Antigamente, eu nunca admitiria a possibilidade de pensar em alguma coisa nesse sentido, mas ultimamente eu tenho pensado sobre isso. Quem sabe, não sei, porque é uma mudança de vida. É você dedicar a sua vida ao país”, disse.

O empresário participou hoje da primeira reunião do Conselhão com o presidente Michel Temer. Ele disse que se surpreendeu com a eficiência da reunião, o que chegou a desconfiar por ter um número grande de pessoas envolvidas.

Justiça: Uma Ministra sob SUSPEITA… Relações não republicanas de Luciana Lóssio!

dezembro 1, 2016

Garotinho : O HC [habeas corpus] Caiu com um Luciana Lossio …  Garotinho : Como a gente Teve Oportunidade de Explanar Tudo, entendeu, Ela ficou impressionada Bastante …

O Fantástico exibiu este domingo (20), Uma Matéria Sobre os bastidores das Investigações Que levaram, na jornal Última semana, o Dois ex-governadores do Estado do Rio de Janeiro, parágrafo A Prisão. Gravações realizadas com autorização judicial mostram that Anthony Garotinho estava preocupado com como Investigações de Fraudes Possíveis nenhuma Programa Cheque Cidadão Para a Compra de Votos. Nelas, o ex-governador e SEUS advogados elaboram Uma Estratégia de Defesa Que incluía a possibilidade de hum habeas corpus preventivo parágrafo Evitar SUA Prisão.

No dia 25 de outubro, Garotinho conversou com hum de SEUS advogados, Jonas Lopes de Carvalho Neto, Sobre o ASSUNTO. De according com como Gravações, ELE afirmava ter Contato com a ministra do Tribunal Superior Eleitoral, Luciana Lossio, mas NÃO seria Conveniente Que ELE PRÓPRIO procurasse a magistrada.
Garotinho : O HC [habeas corpus] Caiu com um Luciana Lossio.
Jonas Lopes de Carvalho Neto: É. UE a Falando here com o Fernando, Estamos Correndo here Atrás de hum Contato.
Garotinho : Eu tambem tenho com ELA, mas eu Acho que …
Jonas Lopes de Carvalho Neto: Não É Bom, né?
Garotinho : Não.
Dois dias DEPOIS, Garotinho conversou com Seu advogado, Fernando Fernandes. De according com o Ministério Público Eleitoral, enguias falaram Sobre a ministra Luciana Lossio, com quem de o ex-governador do Rio de Janeiro Já térios conversado Sobre o Caso.
Garotinho : Vamos Supor o Pior, that NEGUEM uma liminar.
Fernando: Pensando nessa possibilidade, Que Eu Tô Fazendo? Entrando Já com recurso POR ELA [Luciana Lossio], recurso eleitoral.
Garotinho : Como a gente Teve Oportunidade de Explanar Tudo, entendeu, Ela ficou impressionada Bastante.
Fernando Fernandes: Entendi. Fazer Vamos. A gente PODE FORCAR Uma Prevenção, governador, Tentando DISTRIBUIR pra ELA, ELA Podemos Indicar Como relatora. Aí, se ELA entendre …
Garotinho : Ela tá Bem Consciente dos Fatos todos.

Na sexta-feira (18), a ministra Luciana Lossio, relatora do Processo do habeas corpus, decidiu that Garotinho NÃO poderia Ficar preso no Complexo Penitenciário de Gericinó, e Mandou Que ELE fosse transferido parágrafo hum hospital. De according, com a decisão da ministra, Quando Receber alta, Garotinho NÃO Voltara parágrafo Bangu, mas passará a Cumprir Prisão domiciliar.

Em nota, o Tribunal Superior Eleitoral afirmou Que Todos Os Ministros TEM idoneidade moral e Todas como decisões TEM profundo embasamento teórico.
Sobre a Compra de Votos em Campos, o advogado de Garotinho Acredita Que NÃO houve crime.

“Para haver Compra de votos, é Preciso Que Haja uma exigencia Específica. Ou SEJA, eu so LHE entrego este Benefício, SEJA o Cheque-Cidadão, Dinheiro SEJA, SEJA QUALQUÉR Coisa, Se Você votar em Mim, OU Se Você votar Nele. ISSO e hum crime.

Conteúdo G1

Agência de publicidade oferece “esmola” para calar o Cristalvox

dezembro 1, 2016

Uma das agências de publicidade que atende o Governo do estado do Rio Grande do Sul ofereceu “uma esmola” de R$ 4 mil reais para calar o blog/site Cristalvox.

O Cristalvox não é um site alinhado ao governo José Ivo Sartori. O editor votou em Sartori no segundo turno das eleições de 2014. Portanto, tem autoridade para falar e escrever sobre a grande “aventura” que o Rio Grande está sendo lançado. A tragédia chegará muito mais rápido do que se imagina..  R$ bilhões de déficit contábil, mais R$ 10 bilhões dos depósitos judiciais mostram um Estado FALIDO…

As medidas “renovadoras” ou “salvadoras” que foram encaminhadas, de novo, em regime de urgência, para a Assembléia gaúcha foram COMPRADAS por R$ 30 milhões de reais, da mesma consultoria que “quebrou” o estado de Minas Gerais.

A equipe de José Ivo sartori não tem condições técnicas e intelectuais para “gestar” o “monstrengo” aleijado que foi “propagado” como a última esperança do Rio Grande do Sul.  Os artífices são técnicos oriundos da iniciativa privada, “aportados” numa conhecida consultoria que “vende ilusões” para o  setor público brasileiro, tem 20 anos. Por si só, a participação de seu líder no CONSELHO da Petrobrás em tempos de Lava Jato,  dá a dimensão de seu descomprometimento para com o Estado brasileiro.

O Cristalvox não se vende Tadeu Viapina…
O Cristalvox não se vende Cléber Benvegnu…
O Cristalvox vai publicar o preço da “compra” da opinião da RBS e da Record!