Renan Calheiros começa a “desaparecer” do cenário Político. Será “pó” em 02 anos!

Os jornalista da Folha, Marina Dias e Bruno Boghossian informam que o  senador Renan Calheiros (PMDB-AL) convocou a bancada de seu partido e ministros da sigla para um jantar na noite desta terça-feira (4) em uma tentativa de angariar apoio e sair do isolamento no embate aberto que trava com o Palácio do Planalto.
Líder do PMDB no Senado, Renan quer levar sua pauta, crítica ao governo Michel Temer, a um ato político de peso. O objetivo é demonstrar que tem legitimidade na bancada e força para mobilizar colegas e incomodar o presidente em pautas como a reforma da Previdência.
O encontro acontecerá na casa da senadora Katia Abreu (PMDB-TO), uma das poucas que se alinha abertamente a Renan na disputa com Temer. O líder do PMDB procurou senadores e ministros ligados ao partido, como Helder Barbalho (Integração Nacional) e Dyogo Oliveira (Planejamento), para convidá-los.
Na semana passada, Renan buscou assinaturas para uma nota crítica ao projeto sobre terceirização, mas só conseguiu apoio de 8 dos 21 senadores do partido.
Acuado pela Lava Jato e com perspectivas de não se reeleger, o líder do PMDB no Senado tem feito críticas públicas à condução das reformas econômicas. Declarou, por exemplo, que a mudança na Previdência proposta pelo Planalto “pune os trabalhadores e o Nordeste”.
A ordem de Temer, por ora, é tratar os movimentos e declarações públicas de Renan com cautela. Não haverá, de acordo com auxiliares do presidente, retaliação, como a demissão de aliados.
Para o jantar, o governo destacou senadores para defender Temer e suas propostas. Nas palavras de um assessor do presidente, o governo aguarda que a próxima jogada política seja de Renan.
Convicto de que o senador tem adotado o discurso contra a reforma com pretensões eleitorais –quer reeleger seu filho governador de Alagoas e garantir um novo mandato no Congresso–, o Planalto acredita que Renan quer que Temer trabalhe para afastar concorrentes ao mandato de senador. Dois postulantes à vaga são os ministros Mauricio Quintella (Transportes) e Marx Beltrão (Turismo).
Conteúdo Folha de São Paulo
Anúncios

obrigado por ter acessado o nosso blog, a coordenação agradeçe, acesse e fique bem informado.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: