Prefeito de Porto Velho foi afastado durante operação que investiga desvio em licitações.

DilmaRO_7-e1354822381813

O prefeito de Porto Velho, Roberto Sobrinho (PT), foi afastado do cargo nesta quinta-feira (6) durante operação da Polícia Federal para desarticular um grupo suspeito de desviar recursos públicos por meio de fraudes em licitações.

Sobrinho, que deixaria a administração em 31 de dezembro, está proibido de entrar na prefeitura. Três secretários municipais foram presos em caráter temporário.

Segundo a PF, o suposto esquema atingia as secretarias de Projetos Especiais, Administração, Serviços Básicos e Agricultura, além da Procuradoria-Geral do Município e da Controladoria-Geral do Município.

Ainda segundo a PF, o esquema era praticado por servidores municipais, empresários e “laranjas”. Juntos, eles fraudavam contratos de prestação de serviços firmados entre 2005 e 2012 com a Prefeitura de Porto Velho. Os valores das licitações investigadas somam cerca de R$ 100 milhões.

A operação, batizada de Vórtice, envolve 18 mandados de prisão, 31 mandados de busca e apreensão e 22 mandados de afastamento de cargo público.

Os investigados devem responder pelos crimes de formação de quadrilha, fraudes licitatórias, falsidade ideológica, peculato, corrupção passiva, corrupção ativa e lavagem de dinheiro.

Procurada pela Folha, a prefeitura não se manifestou até a publicação desta reportagem.

obrigado por ter acessado o nosso blog, a coordenação agradeçe, acesse e fique bem informado.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s