Chuvas aumentam risco de epidemia de dengue em cidades baianas. Jequié tem que ter Cuidado!

Existe risco de epidemia de dengue nas localidades, onde o índice de infestação do mosquito transmissor da doença é maior que 10%. A taxa máxima recomendada pelo Ministério da Saúde é 3,9%. Quanto maior a infestação, que é a constatação da presença de mosquitos ou larvas, maior o risco de contaminação. A preocupação maior dos técnicos  está relacionado com às chuvas dos últimos dias, já que aumenta a possibilidade de acúmulo de água parada – propícia para a reprodução do mosquito.
Além disso, quando o Verão chegar com força, o calor será outro fator que vai influenciar no desenvolvimento das larvas do Aedes Aegypti. A população tem que fazer a sua parte não permitindo a presença de qualquer recipiente, por menor que seja, que venha a acumular água –  cascas de coco, copos descartáveis, tampas de garrafas, telhas, latas, pneus velhos,  tudo que pode ser um novo criatório. “A dengue prefere água limpa, mas pode se reproduzir em qualquer água parada. O risco de epidemia é grande”, alertam os infectologistas.

Anúncios

obrigado por ter acessado o nosso blog, a coordenação agradeçe, acesse e fique bem informado.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: