CONCIENTIZAÇÃO QUANTO AO DESMATAMENTO NO SÃO JOÃO DE JEQUIÉ…PARABENS A POPULAÇÃO…

 sao-joao JEQ

Começaram as festas juninas em Jequié e região, preocupação das autoridas de fiscalização CRA, com o desmatamento a queima de fogueiras, respeitando a cultura do São João.

 O clima neste mês de junho no município de Jequié e região é de festas, chegou o período junino com os festejos de Santo Antonio, São João e São Pedro. Uma tradição que vem sendo mantida há muitos anos, mesmo tendo perdido bastante as suas características principais, como as fogueiras e balões nas cidades, bebidas e comidas típicas, trajes da época, as danças voltadas somente para a época junina e as músicas. Afirmam os mais velhos que em outras épocas o São João era mais alegre, descontraído, podia acender uma fogueira na porta de sua casa que sempre estava ornamentada com bandeirolas coloridas, soltar os lindos balões, oferecer às visitas uma boa canjica, pamonha, milho assado ou cozido, um bom licor ou quentão e a dança com muito forró e quadrilhas organizadas. Isso tudo acontecia nas cidades e nas fazendas, hoje houve uma transformação muito grande, são poucas as localidades que ainda mantêm a tradição das festas juninas, em Jequié, por exemplo, os administradores públicos dos últimos 12 anos adotaram a festa “popular” de rua, contratando a peso de ouro bandas, cantores e até artistas de televisão para chamar atenção do público. Além da formação de forrós alternativos, ou seja, vendas de camisas ou ingressos para as pessoas dançarem, beberem e comerem pagando valores altos em ambientes fechados com animação de bandas, cantores e até músicas que nada têm a ver com o período junino, que é o axé.
A festa junina saiu da sua característica popular, onde as famílias tinham oportunidade de se encontrar nas suas próprias casas, deixando tudo de bom que o período apresenta para a parte comercial de vendas de camisas, ingressos, para pagar bandas e cantores caros. A realidade do município de Jequié no momento não é de festa, mas os políticos não podem ficar sem um contato com a população que não seja através do patrocínio das atrações artísticas cujos recursos são do próprio povo. O São João e o São Pedro em 2009 chegam com a mesma dose de gastos e extravagâncias.

Conscientização sempre, sem agredir o meio ambiente que é a extensão de nossas casas.

Anúncios

obrigado por ter acessado o nosso blog, a coordenação agradeçe, acesse e fique bem informado.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: