Episodio da Farra das Passagens em Brasília; Canalhice de Gravata!

Desabafo de Luiz Carlos Prates – 20/04/2009

Estas passagens, a origem dessas passagens é para que o deputado parlamentar possa ir e vir de Brasília para suas bases, esta é a origem e esta é a razão sendo que tudo que estiver fora disto é orgia com o dinheiro público e falta de vergonha na cara de quem usa de modo indevido estas passagens, teve um safado em Brasília que chegou a dizer que família é sagrado de que família esta acima de tudo(bem verdade) que por isso que ele deu as passagens para que a família  viajasse para Europa diz “Para Europa”. Quer dizer neste momento agora os empresários, legistas, operários, trouxas, “diz trouxas”, estão pagando o imposto de renda para gente que não tem vergonha na cara, mandar amigos cirigaitiarem e Miami, Paris, Roma onde quer que seja, e lhes vai acontecer nada, porque este é um povo estúpido que não reage. Porque se o povo fechasse o pulso e fossem para Brasília destituíam os imorais nos teríamos hospitais em condições de atender a população pobre, teríamos colégios de qualidade para os mais carentes da sociedade brasileira, teríamos estradas com segurança, teríamos segurança pública, nos seriamos povo de primeiro mundo, pois nos pagamos o imposto que ninguém mais paga sobre a terra, e o que é temos em retorno, orgia de gente que não respeita o dinheiro público de gente que não tem vergonha na cara que pega o seu dinheiro e manda sirigaitas para a Europa. Ate quando isto vai acontecer, ate a hora que o povo acorde reaja e tire do poder que não deveria esta representando o povo, Safados…

Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=bCvqnMU17-s

Anúncios

Tags:

Uma resposta to “Episodio da Farra das Passagens em Brasília; Canalhice de Gravata!”

  1. josé raimundo souza filho Says:

    A tarefa de se cultuar um povo não é fácil. Elevar o nível cultural de uma nação exige empenho e dedicação por parte de todos os envolvidos.Aonde estão os nervos capazes de tornarem realidade o sonho que vem da cabeça de nosso povo? Por falta deste conectivo fundamental, quantos poetas sufocaram o seu próprio grito? Quantos violões silenciaram? Quantos palcos se esvaziaram? Quantos projetos de culturas já nasceram morimbudos?

    Curtir

obrigado por ter acessado o nosso blog, a coordenação agradeçe, acesse e fique bem informado.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: