Efeitos das mudanças climáticas já são sentidos no Brasil

carlos20nobre

Os efeitos das mudanças climáticas já podem ser sentidos no Brasil, onde em média a temperatura subiu cerca de 0,75 graus centígrados nos últimos 50 anos, e  têm impactos projetados na agricultura, recursos hídricos, semi-árido do NE, incluindo a Bahia, zonas costeiras, biodiversidade e saúde humana. A avaliação é do professor Carlos Nobre, que fará na próxima quarta-feira 17, às 14 horas no Pavilhão de Aulas da Federação da Ufba, a aula inaugural do Curso de Especialização em Mudanças Climáticas e Mercado de Carbono. (veja entrevista a seguir).

Para ele, que é considerado  uma das maiores autoridades brasilieras no tema, a  sustentabilidade exige “mudanças culturais profundas como o abandono do consumismo – o consumo pelo consumo –  porém há que se considerar como reestruturar o sistema produtivo dentro de novos paradigmas”. Cético quanto a uma possível mudança de postura dos Estados Unidos em matéria ambiental, com a eleição de Barack Obama, Carlos Nobre diz que seria desejável que os americanos reduzissem ” as emissões em pelo menos 20 por cento até 2020. 

Quem é : Carlos Nobre preside o Comitê Científico do International Geosphere-Biosphere Programe (IGPB) e coordena o Centro de Ciência do Sistema Terrestre  do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Como cientista ele participou da elaboração do Quarto Relatório de Avaliação do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC), órgão que em 2007 foi agraciado com o Prêmio Nobel da Paz, juntamente com o ex-vice presidente dos Estados Unidos, Al Gore. Em 2007 o professor Carlos Nobre recebeu o Prêmio da Fundação Conrado Wessel, na área de meio ambiente.

Nessa entrevista à Assessoria de Comunicação Social do IMA o professor Carlos Nobre fala dos impactos locais das mudanças climáticas – tema de sua aula – e da expectativa  em relação a uma possível mudança na postura dos Estados Unidos em matéria ambiental, com a posse de Barack Obama.

                       ———————————————————————————————————–    

–  O tema da sua aula inaugural é “Mudanças Climáticas e Impactos Locais”. O Senhor já detecta alguns efeitos desse processo no Brasil, e particularmente na Bahia estado onde estão situados três dos cinco biomas nacionais?

Resposta: No curso, vou tratar de alguns impactos projetados das mudanças climáticas no Brasil de modo mais geral, abarcando a agricultura, recursos hídricos, semi-árido do NE, incluindo o semi-árido da Bahia, zonas costeiras, biodiversidade e saúde humana. O Brasil carece de estudos mais profundos e em escala local de impactos que possam estar já ocorrendo. As mudanças climáticas já estão ocorrendo no Brasil no que concerne ao aumento da temperatura. Em média, a temperatura média subiu cerca de 0,75 C nos últimos 50 anos, na maior parte do país.

–  Qual deveria ser a atitude dos governos, comunidades científicas, e da sociedade como um todo, para enfrentar essa realidade  ?

Resposta: Há duas ações complementares. Por um lado, todos devem se preocupar em reduzir o risco futuro das mudanças climáticas através da redução das emissões em todos os setores. No Brasil, o mais importante é reduzir os desmatamentos da floresta Amazônica e dos cerrados, incluindo aí os cerrados do oeste da Bahia. Quase 60% das emissões brasileiras de todos os gases de efeito estufa emitidos se originam por alterações da vegetação. Por outro lado, um significativo grau de aquecimento climático—e das mudanças climáticas decorrentes—já se tornou inevitável. Assim, é imperativo que se busque desenvolver adaptações de todas as atividades às mudanças climáticas. À comunidade científica, cabe gerar cenários futuros das mudanças do clima e realizar estudos abrangentes sobre impactos multi-setoriais, identificando as mais críticas vulnerabilidades. Aos governos cabe, embasado no melhor conhecimento científico, definir políticas públicas que facilitem e promovam as adaptações às mudanças climáticas. Por ultimo e não menos importante, as pessoas deve se engajar construtivamente em reduzir o impacto individual sobre o ambiente e buscar ativamente desenvolver a capacidade adaptativa às mudanças climáticas.

– O Sr. acha que a mudança no governo americano, vai significar também uma mudança na          postura da maior potência mundial, que nos últimos anos tem sido contrária a medidas mitigadoras desse processo ? 

Resposta: Há uma grande expectativa mundial de que a nova administração americana irá promover uma reviravolta radical na política ambiental dos EUA com relação às mudanças climáticas, de fato tornando-se em um dos países a liderar o processo. Ainda que isto seja desejável e urgente, como acontece freqüentemente como resultado do processo político-eleitoral, presidentes tornam-se mais conservadores após tomarem posse. Não é satisfatório se os EUA não se comprometerem a cortes significativos de emissões, pelo menos 20%, até 2020.

 – As informações necessárias sobre as mudanças climáticas – a base científica – os impactos na população e no planeta e o conjunto de soluções já são conhecidos. O que falta para o mundo enfrentar esse problema ?.

 Resposta: O paradigma de desenvolvimento dos Séculos XIX e XX, que trouxeram a civilização como um todo a um nível sem paralelo de qualidade de vida, baseou-se na energia fóssil barata do carvão, petróleo e gás natural. Descarbonizar todos os sistemas de produção exige sair do conhecido modo de fazer as coisas e buscar inovações. Há uma grande inércia institucional em romper com o modelo conhecido, até mesmo naqueles aspectos que trariam vantagens inquestionáveis ao modelo vigente como, por exemplo, a eficiência energética. Trajetórias para a sustentabilidade exigem mudanças culturais profundas como o abandono do consumismo (consumo pelo consumo), porém há que se considerar como reestruturar o sistema produtivo dentro de novos paradigmas.

 

Ascom/IMA

12.dez.2008

Anúncios

Tags:

2 Respostas to “Efeitos das mudanças climáticas já são sentidos no Brasil”

  1. Rafael Says:

    Quais danos financeiros isso pode causar ao Brasil devido a saúde?

    Curtir

    • fiscalizajequie Says:

      OLA MUITO OBRIGADO POR ACESSAR O NOSSO BLOG, GOSTARIAMOS DE QUE VOCÊ PUDESSE ESCLARECER MELHOR A SUA PERGUNTA PARA QUE POSSAMOS RESPONDER.
      DESDE JÁ ABRAÇOS, PROTEJA O MEIO AMBIENTE

      ABDIJALILI P B FILHO
      COORDENADOR DA ONG AMAJE-BA

      Curtir

obrigado por ter acessado o nosso blog, a coordenação agradeçe, acesse e fique bem informado.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: